Você sabe a diferença entre escola internacional bilíngue e escola bilíngue?

 

Entender as diferenças entre escola internacional bilíngue e escola bilíngue pode ser decisivo para a escolha da melhor escola para a criança. Cada modelo oferece uma proposta bastante particular para o desenvolvimento infantil, a educação e as perspectivas de futuro do aluno. Um dos principais pontos em comum é que em ambos a criança aprende a se comunicar também em uma segunda língua. No entanto, as semelhanças param por aí.

Você quer saber um pouco mais sobre essas diferenças para alinhar as expectativas e encontrar a melhor escola para o seu filho? Então, confira os tópicos abaixo!

COMO É UMA ESCOLA BILÍNGUE?

Na escola bilíngue, a premissa básica é introduzir o aprendizado de uma segunda língua durante as aulas do currículo tradicional: ciências, matemática, história, entre outras.

Os alunos tornam-se capazes de nomear o universo que os rodeia com igual habilidade nas duas línguas. Tal abordagem diminui a incidência de vícios de linguagem, desenvolve a capacidade de raciocínio e apresenta outros ganhos. Para saber um pouco mais, leia o texto “Bilinguismo infantil: 6 vantagens de aprender cedo uma nova língua”.

É importante notar que tais benefícios também serão obtidos em uma escola internacional bilíngue. No entanto, há algumas diferenças importantes. Confira abaixo.

COMO É UMA ESCOLA INTERNACIONAL BILÍNGUE?

No Brasil, as escolas internacionais bilíngues nasceram da necessidade de atender alunos de imigrantes e expatriados de outras nacionalidades. No entanto, com o passar do tempo, as vantagens desse tipo de instituição passaram a atrair cada vez mais estudantes brasileiros e hoje o segmento não para de crescer.

Um dos motivos é que o projeto pedagógico de uma escola internacional bilíngue traz uma outra perspectiva sobre educação e o desenvolvimento infantil. A segunda língua é apenas uma ferramenta utilizada no programa de ensino internacional que forma alunos pluriculturais preparados para atuar em nível mundial.

Embora atendam às exigências da política educacional brasileira, a grade curricular adotada é mais abrangente, com um olhar mais amplo que transcende a cultura local. Com foco na preparação dos alunos para os desafios do mundo globalizado, algumas metodologias internacionais adotadas por essas escolas dão especial atenção às habilidades socioemocionais e são aceitas em escolas e universidades nacionais e estrangeiras do mundo todo.

Uma delas é o programa de ensino International Baccalaureate, que pretende formar futuros cidadãos globais interdisciplinares que saibam lidar com as emoções e tomar decisões responsáveis desde cedo. Para conseguir obter o certificado, a escola passa por um rigoroso acompanhamento por mais de dois anos e, depois de certificada, é avaliada periodicamente.

Como apontamos, as propostas de uma escola internacional bilíngue e uma escola bilíngue são diferentes e isso deve ser levado em conta na tomada de decisão. Pesquise, levante referências e entenda qual das duas está mais alinhada às suas expectativas antes de escolher a escola do seu filho.