Entenda a importância da parceria entre família e escola

Tanto a escola quanto a família são responsáveis pela educação dos alunos. Esta parceria é indispensável para a boa formação de um ser humano. Dessa forma, ambas devem se conhecer de maneira a cooperar para que a tarefa de educar seja eficiente e eficaz.

Para que isso ocorra, a comunicação entre eles deve ser transparente e sem conflitos. Quer saber qual a importância da parceria família e escola para o desenvolvimento dos alunos? Acompanhe

Qual é o papel dos pais no desenvolvimento escolar dos filhos?

A verdade é que pais e professores têm funções complementares no âmbito educacional. Apesar disso, muitos pais ainda acreditam na terceirização da educação dos seus filhos. Se há algum problema, a culpa é da escola. Contudo, isso não é verdade.

Todos temos diferenças. Não existe escola e família perfeita. Tudo dependerá da bagagem cultural de cada aluno e das convicções que cada família segue. Se não existir uma harmonia entre as diferenças, a tarefa de educar estará em perigo.

A família não deve escolher uma instituição de ensino baseada unicamente em infraestrutura ou em métricas, como aprovação em vestibulares. Ela deve avaliar os valores éticos e morais disseminados por aquela escola e como o estudante será incentivado.

O rendimento escolar dos alunos não é responsabilidade apenas da escola. Afinal, um mau desempenho em provas e trabalhos pode refletir problemas mais profundos. Família e escola devem se unir nesse objetivo e colaborar para que o aluno se desenvolva

Qual é a função da escola na formação do aluno?

A escola tem o papel não de apenas transferir conhecimentos acadêmicos para o aluno, mas também de se preocupar com o seu desenvolvimento humano, ético e cultural. Sendo assim, é necessário que a escola ofereça uma comunicação transparente e acessível, a fim de que os responsáveis pelo estudante acompanhem essa evolução.

Essa comunicação não deve se basear apenas em recados. Sabemos que o tempo, tanto dos pais quanto dos pedagogos, pode ser escasso. Contudo, a tecnologia pode auxiliar a manter ambas as partes atualizadas em relação ao que acontece no cotidiano escolar.

A escola é um local de transformações. Reuniões, apresentações, seminários, eventos e ações voluntárias tornam esse ambiente mais ativo na comunidade em que se insere. É nas escolas que muitos alunos têm a sua primeira experiência de contexto social fora do âmbito familiar. Dessa forma, a maneira como a escola se posiciona deve ser aprovada pelos responsáveis antes mesmo da matrícula.

Um educador não deve exercer o papel de pai/responsável por um aluno, porém deve saber protegê-lo e cuidar dele além de ensinar. Ele tem o papel de orientar o aluno em sua jornada de aprendizados, tanto em relação aos conteúdos presentes no programa de ensino, quanto com situações escolares habituais

Qual é a importância da parceria família e escola para os alunos?

O diálogo fica mais aberto quando os pais enxergam os educadores como seus aliados na capacitação escolar dos filhos. Caso os pais e o corpo docente interajam de maneira constante, podem identificar gargalos na performance estudantil e dificuldades, juntos, encontrar soluções para os problemas, cooperando com o corpo discente e melhorando o rendimento escolar geral.

Assim, o processo de ensino pode ser personalizado, atendendo às diversas peculiaridades e características individuais. Com uma comunicação constante, a escola pode solucionar questões que são levantadas com frequência pela família.

Ao participar ativamente da vida escolar dos filhos, os pais fazem com que os alunos se engajem e se sintam apoiados. Quando um pai se interessa em saber sobre o comportamento em sala de aula, as notas, as dificuldades nas disciplinas e os relacionamentos, faz com que o aluno ganhe confiança para contar a ele os seus principais conflitos e problemas.

O vínculo é fortalecido e o aluno deixa de ser visto apenas como filho de alguém, passando a ser considerado um ser humano em desenvolvimento, capaz de ganhar habilidades

Como potencializar a parceria?

Com a correria do dia a dia, falhas na comunicação entre alunos, pais e professores podem se tornar mais frequentes, o que gera lacunas no desenvolvimento escolar. Porém, todos podem fazer a sua parte para que as informações estejam sempre atualizadas e à disposição. Descubra, a seguir, algumas dicas para potencializar a parceria entre família e escola:

Tecnologias

Pais podem (e devem) participar de grupos de WhatsApp e outras redes sociais da escola que o seu filho estuda, além dos meios tradicionais, como e-mail, telefone e, inclusive, visitas presenciais. As tecnologias ajudam, mas não devem ser substitutas pela presença, o que diminui muito as falhas comunicacionais.

Procure ter acesso a informações cruciais, como:

  • relatórios periódicos;
  • datas de reuniões e eventos;
  • avaliações;
  • palestras;
  • grupos de estudos;
  • avisos;
  • calendário escolar;
  • atividades extracurriculares;
  • proposta pedagógica;
  • conteúdos de aula;
  • esclarecimento de dúvidas;
  • espaço para sugerir, compartilhar ideias e assuntos.

Agenda escolar

Muitas instituições usam o recurso da agenda para estabelecer a comunicação entre família e escola. Porém, esse instrumento pode ser substituído por formas mais eficazes de comunicação como o Aplicativo. Informações importantes sobre provas, trabalhos e outras ocorrências escolares podem ser esquecidas e todos saem prejudicados.

A agenda ou Aplicativo nunca devem servir para tratar de assuntos mais complexos. A assinatura dos pais deve sempre ser solicitada quando uma informação essencial constar ali

Encontros presenciais

Encontros presenciais não devem acontecer apenas em reuniões bimestrais/trimestrais. Tanto pais quanto professores devem estabelecer uma conversa frequente para abordar projetos futuros, metodologias educacionais e pensar em soluções.

A escola deve ser organizada e manter os dados dos alunos, evolução de notas, observações de comportamento, a fim de realizar uma conversa individual mais objetiva. O pai deve ser orientado a como proceder quando um filho apresenta problemas

Eventos

Os eventos são uma ótima forma de os pais se integrarem ao cotidiano social-escolar do aluno. Isso cria laços e permite descobrir como é o trabalho desenvolvido pela escola.

Além disso, os eventos são uma maneira de socializar-se com outros pais e dividir histórias de vida. O fato de compartilhar experiências permite o desenvolvimento da empatia e do altruísmo.

Acompanhamento do desempenho acadêmico

As avaliações realizadas não devem ser apenas um reflexo de aprovação ou desaprovação de alunos. Elas devem refletir o desenvolvimento do corpo estudantil, quais conteúdos foram aprendidos, quais são as principais facilidades e dificuldades com as matérias escolares.

Os feedbacks são muito importantes para medir resultados e reavaliar objetivos. Acompanhar os estudos dos alunos em casa, mesmo que você não tenha entendimento sobre a disciplina, mostra a sua disposição para estreitar laços com seus filhos. Procure saber qual é o plano de ensino, quais atividades serão desenvolvidas e qual é a importância de cada matéria na vida escolar.

As crianças percebem quando são valorizadas. Os resultados não se refletirão apenas nos relatórios, mas também em toda a vida. Portanto, o diálogo entre os pais, a escola e os filhos é essencial para que o estudante se torne uma pessoa autônoma e confiante para fazer as próprias escolhas na vida adulta.

Agora que você entendeu a importância da parceria família-escola, deixe o seu comentário neste post. Conte para nós